Ferramentas low-code possibilitam aos profissionais o desenvolvimento rápido, eficiente e preciso de sistemas.

Low-code é um tema muito discutido no universo da tecnologia e desenvolvimento ao longo dos últimos anos. No entanto, desde 2021 identificamos um fortalecimento desse assunto entre os desenvolvedores, e podemos dizer, sem sombra de dúvidas, que hoje ter conhecimento de low-code é um diferencial. Mas por que isso?

Diversas macrotendências começaram a colocar o low-code em destaque, e recentemente, o que se vê é um verdadeiro movimento de fortalecimento e evidência. Isso porque muitas empresas têm enfrentado uma verdadeira escassez de profissionais de desenvolvimento, somado a isso, o trabalho remoto se tornou o ‘novo normal’, e o ritmo das transformações digitais acelerou drasticamente.

Optar por uma abordagem low-code para desenvolver sistemas e aplicações ajudam as empresas a se adequarem às tendências e as necessidades atuais, sem enfrentarem grandes diferenças no sentido investimento nem problemas no sentido do lucro. A possibilidade de realizar o desenvolvimento de sistemas dos mais variados tipos com um número de profissionais limitado obtendo os mesmo resultados( e até melhores as vezes), que com grandes equipes, faz com que as empresas voltem os olhos e enxerguem o low-code como uma grande aposta. Isso é um verdadeiro divisor de águas pois consegue se aplicar a empresas dos mais variados segmentos e tamanhos.

Certo, mas afinal o que é low-code?

Bem, ferramentas e plataformas low-code são, como o nome já supõe, aquelas que precisam de pouco código para se conseguir desenvolver uma aplicação ou sistemas. Elas não são tão diretas quando se pensam, porém o fato é que o conhecimento em codificação necessária para usá-las é consideravelmente menor do que softwares tradicionais.

Ferramentas low-code tendem a ter componentes modulares e recursos de clicar, arrastar e soltar. Isso possibilita que equipes com pessoas não técnicas consigam experimentar, criar prototipos e desenvolver aplicações, lançando tendências e acelerando ainda mais o processo de criação de softwares.

Geralmente tendem a ter interfaces simples e exigem do usuário pouca experiência em codificação, ferramentas low-code foram as responsáveis pelo surgimento do definido como “desenvolvedor cidadão”, ou seja, embora ainda se tenha a necessidade de ter profissionais de TI compondo a equipe, hoje existe a possibilidade de pessoas não técnicas participarem do processo de desenvolvimento, sendo assim, desde o CEO até um gerente de escritório, por exemplo, podem conseguir participar no fluxo de criação dos sistemas.

Exemplo de low-code

É muito comum você encontrar exemplos dessa abordagem dentro das organizações para resolver os mais variados problemas. Por exemplo, uma equipe de marketing que precisa enviar emails informativos usando um software como o Mailchimp. Com o programa, usuários com conhecimento zero em codificação conseguem criar templates de emails básico, e em seguida, simplesmente mover e arrastar elementos, criando um layout exclusivo e personalizado para envio dos mais variados tipos de informações, blog posts, videos, fotos, links da empresa.

Quais são os reais benefícios do low-code?

1- Desenvolvimento rápido

Em um ambiente de negócios dinâmico, ferramentas low-code chegam para agregar agilidade e economia de tempo. Independentemente de você ser o responsável pelo processo de desenvolvimento de um software ou não, se analisarmos a escassez de profissionais de TI no mercado e o intenso crescimento do processo de digitalização, as plataformas low-code são uma estrátegias excelente para todas as empresas.

O analista da Forrester, John Rymer, estimou que ferramentas low-code tornam o processo de criação de um software até 10x mais rápido do que de maneira tradicional. “Você precisa de um software customizado, e o desenvolvimento de software tradicional não consegue atender às suas demandas”.

A agilidade das ferramentas low-code se dá exatamente pelo fato de que qualquer pessoa que entenda do processo de negócio consiga criar soluções técnicas que o simplifiquem, agilizem e modernizem suas demandas, sem necessariamente precisarem passar meses estudando programação. Automatizar o fluxo de trabalho dentro de uma empresa faz com que todo o processo se torne mais simples, fluido e eficiente.

2 – É aplicável a sistemas já existentes

O fato de não ter a necessidade de remover toda a infraestrutura existente e ter que substituí-las enquanto estiver trabalhando com ferramentas low-code tornam a alternativa altamente atrativa. Isso porque a grande maioria das soluções usam API ‘s e tem diversas maneiras de se integrar e comunicar com tecnologias já existentes.

3 – Altamente escalável

Empresas que estão vivenciando crescimentos altos precisam de softwares que acompanham seu fluxo e consigam se adaptar as as necessidade de expansões, sejam geográficas ou de novos mercados. A grande maioria das plataformas low-code são projetadas para funcionar em alto nível, ou seja, independentemente da capacidade, isso porque a maioria são baseadas em nuvem. Sendo assim, não se faz necessário criar grandes espaços ou novos servidores e instalações para armazenamento para lidar com os novos volumes.

4 – Low-code ferece vantagens competitivas para pequenas e médias empresas

Acredito que uma das principais razões para qual ferramentas low-code são, de certa forma, revolucionárias, é que elas permitem que pequenas e médias empresas tenham acesso a tecnologias que antes só eram acessíveis a grandes corporações.

Se pararmos para pensar, a alguns anos atrás, um software de negócios sofisticado era exclusividade de grandes empresas, por terem alto custo e exigir a contratação de um verdadeiro exército de desenvolvedores. Já hoje, qualquer um pode fazer isso, independente do tamanho ou segmento de atuação.

Uma pesquisa recente da Accenture sugere que 80% das empresas de médio porte são consideravelmente mais ágeis com o desenvolvimento low-code que com o tradicional, já que muito mais da metade das empresas entrevistadas afirmaram que melhoraram sua velocidade e produtividade no mercado.

O Gartner prevê que até 2024, grandes empresas usarão pelo menos 4 tipos de ferramentas low-codes no seu processo de desenvolvimento.

Como escolher a solução low-code ideal para sua necessidade?

A escolha de uma ferramenta low-code não descarta a necessidade de desenvolvedores profissionais na sua equipe, muito pelo contrário, ter uma solução assim permite que esses desenvolvedores se concentrem em projetos mais elaborados e complexos.

Bem, para fazer a escolha certo é preciso, antes de tudo, responder algumas perguntas importantes:

  • – Que software você pretende criar?
  • – Quais informações, dados e conteúdos serão usados no software?
  • – Quem irá usá-lo?
  • – Quem irá gerenciar e atualizar o software depois que desenvolvido?

Uma vez respondidas todas as perguntas, você consegue enquadrar a solução ideal para suas necessidades. Lembre-se de levar em consideração todos esses pontos antes de fechar uma escolha.

Conheça o Scriptcase, uma das melhores ferramentas low-code do mercado!

O Scriptcase é uma ferramenta low-code que consegue desenvolver aplicações web PHP de forma extremamente rápida e o melhor, colaborativamente.

Sendo um software compatível com os maiores bancos de dados do mercado atualmente: MySQL, MariaDB, PostgreSQL, SQLite, Interbase, SQL Azure, Amazon Aurora, Firebird, Access, Oracle, MS SQLServer, DB2, SyBase, Informix ou camada ODBC. Com ele em apenas alguns cliques você consegue transformar seu banco de dados em sistemas web completos com Consultas, Formulários, Gráficos e Relatórios BI. Promovendo uma extraordinária redução de tempo e custos.

O Scriptcase pode ser instalado tanto localmente quanto em um servidor web intranet ou internet, além do mais, pode ser acessado por qualquer navegador instalado em qualquer sistemas operacionais.

Conheça mais da solução no site: https://www.scriptcase.com.br/

Acompanhe também o nosso blog e fique por dentro de todas as novidades.

Por ,

7 de dezembro de 2022

Compartilhar esta postagem

a

Você pode gostar também…

12 Tendências de TI pra ficar de olho em 2023

O ano de 2023 já começou a todo vapor trazendo novidades e projetando tendências para a área de...

Novidades do PHP 8.1

Neste artigo vamos falar um pouco sobre as novidades, mudanças e melhorias vindas com a chegada do...

Mitos e Verdades sobre o universo da programação

Vamos apresentar aqui alguns mitos e verdades sobre o universo da programação e tirar algumas li...

Você pode gostar também…

Receba novas postagens, recursos, ofertas e muito mais a semanalmente.

Nós utilizaremos seu email para te adicionar a nossa Newsletter semanal. Você pode sair desta lista a qualquer momento clicando no link no final dos emails recebidos, ou entrar em contato conosco em vendas@scriptcase.com.br. Conheça nossa Política de Privacidade.